sexta-feira, maio 04, 2007

Não gosto

Não gosto da maior parte das instalações
Não gosto de uma das educadoras
Não gosto de ter que ser eu a levar uma espreguiçadeira ("senão, como ainda não se senta, tem de ficar o dia todo deitada na cama")
Não gosto de não poder entrar na creche quando quero
Não gosto de precisar de pedir autorização a directora para ir buscar a minha filha mais cedo
Não gosto que ao faze-lo fora das horas estipuladas, a minha filha me seja trazida ao portão, não me podendo sequer aproximar da recepção, quanto mais da sala dela.

Procurámos tanto, visitámos tantos infantários, inscrevemos a Inês em meia dúzia deles e no fim, acabámos por não ter escolha, porque era o único que tinha admissões em Maio. Os restantes só em Setembro.

Ainda por cima, à noite enquanto arrumava as coisas dela, descobri que me mentiram em relação ao que lhe dizem, lhe tentaram dar de comer.
Não suporto que me mintam. Muito menos quando o que está em causa é a saúde da minha filha.

Não confio e por isso não me conformo.
Hoje, o pai está de folga e eu de gazeta. A Inês connosco.
Vamos os três tentar arranjar outra solução.

(Obrigada pela força)

7 comentários:

inesn disse...

procura mais e mesmo que te digam que não há vagas tenta sempre falar com as directoras...às vezes um choradinho faz milagres ;o)

força e um beijinho grande!

rakel disse...

Ai querida...faz isso, não custa tentar...até fico angustiada só de ler estes teus últimos posts. E depois do último então...desculpa lá, mas as regras q impõem aos pais são patéticas.

Força!

(por estas e por outras é que eu tenho feito das tripas coração para ficar com os meus em casa...apesar das muitas dificuldades que passamos)

Beijo grande

dia-a-dia disse...

É que nem é de pensar duas vezez!!!! Não te conformes, não te conformes, não te conformes! Vais ver que encontras alternativa.

FORÇA!

Sonia&Mi disse...

:(((
Tenho a certeza que vão encontrar uma solução.
Beijinhos mto grandes.

Quicas disse...

Bolas, custa-me muito ler estes posts; porque sou mãe, porque (felizmente) ainda não passei pela situação de ter que deixar a Flor numa sala de creche, e porque sou educadora de infância (numa sala de bebés dos 4 aos 18 meses) e sei que é TÃO importante o contacto com as crianças e mamãs nos primeiros dias.
E caramba, mentir?? Quantas vezes ligo às mães quando o seu filho não comeu bem, ou quando está doentinho. Bolas, nunca se deve esperar até o final do dia para dar recados de que comeu ou dormiu mal. Sou mãe acima de tudo, e faço na minha sala o que gostava que fizessem por mim e pela Flor.

Sabes, achei um pouco estranho esse primeiro contacto. Não ficaste lá?
Por aqui faz-se de uma maneira diferente...nos primeiros 3 dias o bebé vai acompanhado da mãe ou pai (ou ambos) e só na parte da manhã. Só ao 4º dia é que lá fica sozinho.
Isto dá oportunidade de pais e educadoras se conhecerem, e conhecerem os hábitos do bebé EM CONJUNTO. São os pais que alimentam e deitam o bebé, para que a educadora observe e depois continue.

Por isso, não te conformes. Acho que acima de tudo há que ter confiança nas pessoas a quem confiamos os nossos filhos.

E força, não desanimem

nana disse...

estou contigo e com a tua luta!

não conheço ninguém no algarve, mas se precisares de ajuda com telefonemas ou assim... you know where to find me.

abraço FORTE.
@-,-'-

Anónimo disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

Licença Creative Commons
Mundo Azul by Rita Coelho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 2.5 Portugal