segunda-feira, fevereiro 26, 2007

Cresces

a olhos vistos filha! E estás tão bonita! Sim, sou suspeita, mas a verdade é que és mesmo.
Ganhas mais de 1kg por mês e a roupa que vestiste ontem, amanhã já está arrumada.
Dás-nos noites muito boas, acordando apenas 1 vez para mamar. Os sonos de dia é que variam muito. Tanto podes estar no mundo dos sonhos 2h como 20 minutos.
Nunca te esqueces é de mamar! Esse teu estômago parece um relógio suiço... De 3 em 3h lá vamos nós para o nosso namoro a duas. E é tão bom...
Sabes, temos uma colecção de chuchas invejável! Pena que tu não estejas minimamente interessada nisso. Quer dizer, lá te consigo convencer de vez em quando a aceitares uma delas ( e só essa!) mas apenas quando estás bem disposta o que não serve de grande coisa.
És bastante calma, mas quando te zangas, é a sério! Choras como se te tivessem a arrancar pedaços e nessas alturas dificilmente sossegas noutro sitio senão no meu colo.
Estamos desde a semana passada a apresentar-te o biberão. Com o leitinho da mãe, claro. Mas a coisa não tem corrido muito bem e à semelhança da chucha, já temos no armário, de quase todas as formas e feitios. Primeiro não sabias agarrar as tetinas, abrias a boca toda como fazes na mama da mãe. Depois percebeste que dali saia leite e começaste a tentar, mas só ao 4º biberão diferente, acertamos com um que te "agrade". Treinamos todos os dias um bocadinho, mas tu não te deixas enganar. Pouco bebes e reclamas com rapidez a mama da mãe.
Mas filha, a mãe assim fica aflita. É que já esta 5a feira, vais ter de começar a ficar umas horinhas de manhã com o pai e pode chegar a tua hora de comer sem que eu esteja. É que como a mãe não tem horário no trabalho, nem sequer obrigatoriedade de lá estar todos os dias, e porque o pai gostava muito, decidimos dividir a maternidade os dois. E os meus 2 meses estão a acabar.
(Tenho que te confessar que parte de mim se arrepende todos os dias disto. Sinto que substimei o meu papel. Não pensei que ia haver alturas que ninguém me ia conseguir substituir. Mas é verdade, e tu mostras-nos isso todos os dias, várias vezes.)
A verdade é que não me apetecia pensar em mais nada de importante senão em ti.
E tu és tão importante, filha!
És a coisa mais bonita que fiz na vida.
O meu amor perfeito.

4 comentários:

nana disse...

:,o)

...

xX

Cindy disse...

Essa flexibilidade do teu trabalho é optima (!!!) não tens de estar o dia todo longe da Inês (como acontece na maior parte dos casos).
É engraçado mas o meu marido, quando se fala no tema, também diz que, quando formos pais ( por cá continuamos nas tentativas ;) ), quer ficar ele em casa depois do primeiro mês. Tenho a certeza que ele não sabe bem o que isso significa (aliás eu também não, mas imagino), deve achar que pode fazer como quando está de férias :D, mas eu acho que não vou "deixar" ...

Jinhos e boa sorte!

margarida sardo disse...

bonito texto... como sempre! tão sincero... um beijinho muito grande para vocês os três!

Anónimo disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

Licença Creative Commons
Mundo Azul by Rita Coelho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 2.5 Portugal